logo

Home Agenda e Notícias Artigos A Arteterapia como Coadjuvante no Tratamento da Doença de Alzheimer - Resumo Pôster
A Arteterapia como Coadjuvante no Tratamento da Doença de Alzheimer - Resumo Pôster PDF Imprimir E-mail
Escrito por Eliana   
Seg, 02 de Janeiro de 2012 16:34

 

Resumo: Pôster - Congresso de Arteterapia - 2010 - São Paulo

 

CIASCA, E.C. (Arteterapeuta, Terapeuta Familiar, colaboradora do Hospital Dia Geriátrico – IPq - FMUSP); FERREIRA, R. C. (Psiquiatra colaboradora do PROTER HC-FMUSP); VIOLA, L. (Neuropsicóloga, mestre pelo IPq); SANTOS, G.D. (Gerontóloga, colaboradora do Hospital Dia Geriátrico – IPq); FORLENZA, O. (Vice-diretor do LIM-27 e Professor Colaborador IPq); NUNES, P. V. (Doutora em Psiquiatria e pesquisadora do LIM-27)

Introdução:

 

A doença de Alzheimer caracteriza-se pela perda progressiva da cognição e funções executivas. A Arteterapia se utiliza de recursos expressivos como mediadores do processo terapêutico, envolvendo diversos aspectos como: sensório-motor, emocional e cognitivo.

Objetivos: A proposta das oficinas é trabalhar as habilidades remanescentes, fundamentais para a preservação cognitiva, utilizando os recursos positivos inerentes a todo ser humano, ou seja, buscando o melhor que a pessoa tem a oferecer.

Métodos: A Arteterapia faz parte do Programa de Estimulação Cognitiva e Funcional para Idosos do Centro de Reabilitação e Hospital-Dia (CRHD – IPq – FMUSP). Estas atividades são realizadas uma hora e meia por semana, durante 15 semanas. O programa é oferecido para dois grupos de dez pacientes, sendo um para portadores de doença de Alzheimer Leve e outro Moderado. A avaliação é qualitativa, através da observação do desenvolvimento das produções e por meio de um questionário com quatro perguntas abertas, visando a percepção e o aproveitamento em relação à atividade.

Resultados: Durante o processo foi observado maior interação entre os pacientes e com as técnicas nunca antes trabalhadas. Pode-se constatar a evolução e aprimoramento das produções comparando-as ao início do processo.

Conclusão: A partir do trabalho em Arteterapia, a expressão artística pode se tornar uma nova e agradável atividade a ser inserida na vida do indivíduo, proporcionando-lhe bem-estar e a valorização do seu dia a dia.

 

Share
comments
Última atualização em Ter, 13 de Maio de 2014 21:35
 

Fornecido por Joomla!. Designed by: Free Joomla 1.5 Theme, oscommerce. Valid XHTML and CSS.