logo

Artigos
Envelhecimento - Eliana Cecília Ciasca PDF Imprimir E-mail
Escrito por Eliana   
Seg, 09 de Julho de 2012 23:55

 

Aos idosos

Envelhecer neste lugar pode ser muito diferente

do que envelhecer em outra parte...

  

Envelhecer com a família ou amigos pode ser muito diferente

do que envelhecer isolado...

  

Envelhecer autônomo e independente pode ser muito diferente

do que envelhecer entrevado...

 

Envelhecer com o necessário para viver confortavelmente pode ser muito diferente

do que envelhecer pobre e sem recursos para o básico...

 

  

Envelhecer lúcido pode ser muito diferente do que envelhecer senil...

Eliana

 

 

 

Share
Última atualização em Dom, 04 de Novembro de 2012 19:49
 
Nise da Silveira PDF Imprimir E-mail
Escrito por Eliana   
Qui, 14 de Junho de 2012 23:04

Nise da Silveira

 

http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=fLoPvvMOwHI

 

Nise da Silveira - Do Mundo da Caralâmpia à Emoção de Lidar. PARTE I

www.youtube.com

http://www.youtube.com/watch?v=xuvU2YDlfa4&feature=related

Nascida em Maceió, Estado de Alagoas, em 1905.
Formada em medicina pela Faculdade de Medicina da Bahia em 1926.

Concurso para Médica Psiquiatra da antiga Assistência a Psicopatas e Profilaxia Mental em 1933.

Afastada do Serviço Público de 1936 a 1944 por motivos políticos. Readmitida ao Serviço Público, é designada em 17 de abril de 1944 para ter exercício no Centro Psiquiátrico Nacional (atual Instituto Municipal Nise da Silveira).

Em 1946 fundou a Seção de Terapêutica Ocupacional no antigo Centro Psiquiátrico Nacional.

Em 1952, reunindo material produzido nos ateliês de pintura e de modelagem da Seção de Terapêutica Ocupacional, fundou o Museu de Imagens do Inconsciente.

Em 1956, com a colaboração de colegas e amigos, fundou a CASA DAS PALMEIRAS, clínica de reabilitação para egressos de instituições psiquiátricas, em regime de externato, que utiliza as atividades expressivas como principal método terapêutico. A CASA DAS PALMEIRAS não tem fins lucrativos e foi reconhecida de utilidade pública pelo governo da Guanabara, Lei nº 376 de 16.10.1963.

Em 1957/58 (abril a março) estudos no Instituto C. G. Jung de Zurique, com bolsa do Conselho Nacional de Pesquisa.

 Participação no II Congresso Internacional de Psiquiatria reunido em Zurique, em setembro de 1957, com o trabalho Expérience d'art spontané chez des schizophrènes dans un service de therapeutique occupationelle (em colaboração com o Dr. Pierre Le Gallais), Congress Report vol. IV, 380-386. Por ocasião desse Congresso apresentou uma exposição de obras do acervo do Museu de Imagens do Inconsciente. A exposição foi aberta pelo Prof. C. G. Jung, em reconhecimento ao trabalho desenvolvido pela Dra. Nise.

Em 1960, membro fundador da Societé Internationale de Psychopathologie de l'Expression, com sede em Paris.

Em julho de 1961 foi chamada a Brasília pelo Presidente Jânio Quadros para apresentação de um plano de desenvolvimento da terapêutica ocupacional nos hospitais psiquiátricos federais. Esse plano não chegou a ser executado.

Em 1961/62 (outubro a julho) estudos no Instituto C. G. Jung de Zurique.

Share
Última atualização em Qui, 14 de Junho de 2012 23:18
 
Poster - Congresso Mundial de Psiquiatria 2011: Implantação do Atendimento em Arteterapia no Setor de Dependências Não-químicas no PROAD PDF Imprimir E-mail
Escrito por Eliana   
Seg, 20 de Fevereiro de 2012 19:32

 

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO

 

FACULDADE PAULISTA DE MEDICINA - UNIFESP

PROAD – PROGRAMA DE ORIENTAÇÃO E ATENDIMENTO AO DEPENDENTE

CIASCA, Eliana C. (1); MALUF, T.P.G. (2); VIEIRA Jr, A. (3); YOSHIDA, L. (4); MALACHOWSKI-LEVI BIANCHINI, A. P. (5);  SILVEIRA, D.X. (6)

Introdução:
O PROAD foi criado em 1986, para atender dependentes químicos; em 1994, iniciou-se o atendimento ambulatorial específico para dependentes de jogo patológico e sexo compulsivo e, em 2004, para dependentes de compras e internet.

Os dependentes não-químicos apresentam características de comportamento semelhantes aos dependentes químicos: perda de liberdade de escolha e prejuízo em todas as esferas da vida, como relacionamentos, trabalho, saúde, lazer.

“A dependência atinge o indivíduo em vários níveis; no comportamental ela se manifesta pela procura de uma substância química ou pela repetição de um determinado comportamento, paralelamente, em nível psicológico, a pessoa é totalmente absorvida pelo objeto de sua dependência, de modo que não consegue evitá-lo”(Guerreschi, 2005:15).

Segundo Silveira e Moreira (2006: 3) “... quando se fala de doenças do comportamento relacionadas à contemporaneidade, os transtornos por abusos de substâncias aparecem lado a lado com os transtornos alimentares e as compulsões por jogo, sexo e compras, [...]. Tem algo mais que chama a atenção e que às vezes incomoda, uma vez que estamos falando de patologias ligadas ao prazer. E é este algo mais que, facilmente, tira os pacientes do lugar de vítimas para o de vilões no olhar do senso comum. Não é fácil ter empatia com aquele que sofre e faz sofrer em nome do próprio prazer”.

Pessoas que procuram este serviço no PROAD passam por uma triagem, que consta de um protocolo de preenchimento de escalas, tanto com psicólogos, como com psiquiatras; a seguir, ingressam em um grupo de primeira entrada, denominado Grupo de Acolhimento, para propiciar vinculação e futuros encaminhamentos, indicados caso a caso: Psicoterapia em Grupo e/ou individual, Arteterapia, Terapia Ocupacional, Orientação Familiar e Terapia Familiar.

Arteterapia:  

A Associação Americana de Arteterapia a define como segue:

“A Arteterapia é o uso terapêutico da atividade artística. Por meio do criar em arte e do refletir sobre os processos e trabalhos artísticos resultantes, pessoas podem ampliar o conhecimento de si e dos outros, aumentar sua autoestima, lidar melhor com sintomas, estresse e experiências traumáticas, desenvolver recursos físicos, cognitivos e emocionais e desfrutar do prazer vitalizador do fazer artístico”.

As técnicas expressivas ou artísticas são fundamentais para facilitar a expressão livre e espontânea, possibilitando que o paciente exteriorize seus sentimentos, pensamentos e ações e que, ao observá-los, aproprie-se deles.

Objetivos das Oficinas de Arteterapia no PROAD:

Possibilitar ao paciente a ampliação do seu repertório de atividades, o reconhecimento e conscientização da sua problemática, o relaxamento das tensões; auxiliar no desenvolvimento dos recursos emocionais, cognitivos e criativos, através da utilização de uma gama diversa de materiais expressivos. A atividade artística facilita a verbalização e tende a aumentar a autoestima.

As pessoas que estão em situação de dependência geralmente não encontram motivações diferentes das que as levam aos seus impulsos habituais; é importante criar estímulos novos e bem diversos destes. A arteterapia pode auxiliar na criação de um novo espaço interior, mais rico e acolhedor.

Share
Última atualização em Ter, 13 de Maio de 2014 21:33
Arteterapia no PROAD
 
A Arteterapia como Coadjuvante no Tratamento da Doença de Alzheimer - Resumo Pôster PDF Imprimir E-mail
Escrito por Eliana   
Seg, 02 de Janeiro de 2012 16:34

 

Resumo: Pôster - Congresso de Arteterapia - 2010 - São Paulo

 

CIASCA, E.C. (Arteterapeuta, Terapeuta Familiar, colaboradora do Hospital Dia Geriátrico – IPq - FMUSP); FERREIRA, R. C. (Psiquiatra colaboradora do PROTER HC-FMUSP); VIOLA, L. (Neuropsicóloga, mestre pelo IPq); SANTOS, G.D. (Gerontóloga, colaboradora do Hospital Dia Geriátrico – IPq); FORLENZA, O. (Vice-diretor do LIM-27 e Professor Colaborador IPq); NUNES, P. V. (Doutora em Psiquiatria e pesquisadora do LIM-27)

Introdução:

 

A doença de Alzheimer caracteriza-se pela perda progressiva da cognição e funções executivas. A Arteterapia se utiliza de recursos expressivos como mediadores do processo terapêutico, envolvendo diversos aspectos como: sensório-motor, emocional e cognitivo.

Objetivos: A proposta das oficinas é trabalhar as habilidades remanescentes, fundamentais para a preservação cognitiva, utilizando os recursos positivos inerentes a todo ser humano, ou seja, buscando o melhor que a pessoa tem a oferecer.

Métodos: A Arteterapia faz parte do Programa de Estimulação Cognitiva e Funcional para Idosos do Centro de Reabilitação e Hospital-Dia (CRHD – IPq – FMUSP). Estas atividades são realizadas uma hora e meia por semana, durante 15 semanas. O programa é oferecido para dois grupos de dez pacientes, sendo um para portadores de doença de Alzheimer Leve e outro Moderado. A avaliação é qualitativa, através da observação do desenvolvimento das produções e por meio de um questionário com quatro perguntas abertas, visando a percepção e o aproveitamento em relação à atividade.

Resultados: Durante o processo foi observado maior interação entre os pacientes e com as técnicas nunca antes trabalhadas. Pode-se constatar a evolução e aprimoramento das produções comparando-as ao início do processo.

Conclusão: A partir do trabalho em Arteterapia, a expressão artística pode se tornar uma nova e agradável atividade a ser inserida na vida do indivíduo, proporcionando-lhe bem-estar e a valorização do seu dia a dia.

 

Share
Última atualização em Ter, 13 de Maio de 2014 21:35
 
O QUE É ARTETERAPIA? PDF Imprimir E-mail
Escrito por angélica   
Sáb, 07 de Fevereiro de 2009 19:00

A arte é parte integrante de nossas vidas, e todos têm potencial para expressar-se através dela: basta descobrir como. Através do trabalho artístico é possível promover a melhora da autoestima, o autoconhecimento, a melhor integração entre as pessoas, o estímulo à criatividade e à imaginação, a descoberta e realização das potencialidades individuais.

Nosso trabalho utiliza-se das possibilidades expressivas e criativas das diversas linguagens artísticas - artes plásticas, teatro, dança, jogos cooperativos, contos de fada, etc. - para atender às necessidades de todos aqueles que buscam uma melhor qualidade de vida, auxiliando no desenvolvimento de mecanismos que permitam às pessoas lidar melhor com as situações desafiadoras do cotidiano, e colaborando na formação de seres humanos mais sensíveis, criativos, conscientes e atuantes.

Atendemos a pessoas de todas as idades, individualmente ou em grupo, além de oferecer oficinas e cursos. Veja nossa agenda para informações sobre datas e locais.

Cadastre-se aqui para receber nossos informativos.

 

 

 

Share
Última atualização em Seg, 30 de Março de 2015 16:04
 
« InícioAnterior123456PróximoFim »

Página 6 de 6

Fornecido por Joomla!. Designed by: Free Joomla 1.5 Theme, oscommerce. Valid XHTML and CSS.